Luís de Camões

Luís de CamõesVida e Obra

Luís Vaz de Camões (1524-1580) nasceu em Lisboa e é considerado um dos grandes poetas portugueses e um vulto da literatura mundial.
Frequentou a corte de D. João III, onde iniciou a sua carreira como poeta lírico.
Viajou por África e pelo Oriente, enfrentando uma série de adversidades e participando em diversas expedições militares.
Será por terras do Oriente que redige a sua obra-prima “Os Lusíadas”, onde narra a epopeia de um herói coletivo: o povo português. Este texto será publicado em 1572.
Faleceu no dia 10 de Junho de 1580, hoje assinalado como o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades.

Leitura escultórica
No espaço arquitetónico do parque dos Poetas surge um lago com uma ilha e uma gruta, evocando o espaço descrito por Luís de Camões no episódio da Ilha dos Amores, no canto IX de Os Lusíadas.

Leitura poética
Esta Ilha dos Amores é o prometimento da eternidade contida num instante supremo. A celebração e o hinário da vida. Em escultura, claro. Em volume e em movimento. Como quem vem anunciar o rompimento de uma alvorada.

Escultor
Francisco Simões
Nasceu em Porto Brandão-Almada em 1946. Reside e trabalha em Sintra. Concluiu em 1965, o curso de artes decorativas da Escola António Arroio e em 1974 o Curso de Escultura da Academia de Música e Belas Artes da Madeira. Foi bolseiro da OCDE em várias cidades italianas e trabalhou no Louvre. Esteve ligado à educação das artes, como professor e depois assessor de vários ministros.
Escultor, caracteriza-se por ter obras realizadas em íntima ligação com grandes escritores, como David Mourão-Ferreira. Tem exposto regularmente, individual e coletivamente em Portugal e no Estrangeiro. Tem executados meia centena de Monumentos e obras de Arte pública de que se destacam as presentes no Parque dos Poetas.

Consulte a sua obra no catálogo das Bibliotecas Municipais de Oeiras. Clique aqui.

Seja sociável, partilhe !

    Deixar uma resposta